Physis: Revista de Saúde Coletiva

A orientação editorial de Physis é aberta para a produção na área de Saúde Coletiva, com ênfase nas áreas de Ciências Humanas e Sociais e de Política, Planejamento e Administração em Saúde. Dada a existência de publicações relevantes nacionais na área de Epidemiologia, o corpo editorial de Physis optou por dar prioridade nesta área a artigos que abordem dimensões conceituais da mesma ou ainda as repercussões sociais dos conhecimentos produzidos pela pesquisa epidemiológica. A revista é composta basicamente por artigos de livre submissão dos autores, bem como uma seção de resenhas. Ocasionalmente são propostos temas específicos, considerados relevantes, com textos de autores convidados, com inserção relevante no debate sobre o tema. Mesmo estes, contudo, são submetidos a revisão por pares pelos editores da revista. A partir de 2008, Physis passará a ser trimestral. A mudança se justifica pela necessidade de elevar o número de artigos publicados por ano, para atender à demanda, que aumentou muito após a revista passar a figurar no portal SciELO A abreviatura de seu título é Physis , que deve ser usada em bibliografias, notas de rodapé e em referências e legendas bibliográficas.  

Opções:
Aumentar tamanho do texto
Reduzir tamanho do texto
Ações: